42 anos de democracia: a liberdade chegou para ficar?

Em Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, a Escola Superior de Comunicação Social em parceria com o Museu do Aljube: Resistência e Liberdade, convidou duas figuras – Pacheco Pereira, historiador e Paulo Martins, jornalista e professor no ISCSP – que viveram o pré e pós- 25 de abril de 1974. Quarenta e dois anos depois da “Revolução dos Cravos” falou-se da censura, da ditadura e dos condicionalismos à liberdade em democracia.

Há mesmo liberdade de imprensa em Portugal?

“Há vantagens no jornalismo dos dias de hoje mas também há sérios problemas”. A afirmação é de Pacheco Pereira. Muito crítico durante todo o debate, o historiador afirmou que “ao contrário dos outros jornais, o Correio da Manhã tem notícias por detrás de todo o populismo”. Quanto à liberdade da imprensa em Portugal, Pacheco Pacheco diz que a liberdade é condicionada.

Recordou ainda o extinto jornal Independente do qual fez parte do ex-líder do CDS, Paulo Portas, e deixou críticas à SIC por não falar de Angola nem de Isabel dos Santos.

Pacheco Pereira – Jornal Independente

Pacheco Pereira – SIC e Angola

O jornalismo que se faz lá fora também não foi esquecido. Paulo Martins, membro eleito da Comissão da Carteira Profissional de Jornalista, recordou que no Brasil a falta de liberdade já levou à morte muitos jornalistas.

 Paulo Martins – Jornalistas no Brasil

Pacheco Pereira admitiu que o desporto, em particular o futebol, se está a sobrepor aos canais de noticias e que isso pode significar um recuo na liberdade.

 Pacheco Pereira – Recuo na Liberdade

A regulação dos jornalistas foi igualmente motivo de discussão entre Pacheco Pereira e Paulo Martins.

 Paulo Martins – ERC vs. CCPJ

Um debate marcado pelas divergências dos oradores, mas onde, acima de tudo, ficou a ideia de que “ há um longo caminho a percorrer”  para atingir a liberdade plena dos meios de comunicação portugueses. O controlo económico dos média continua a ser a principal causa para a “censura” dos tempos modernos.

[slideshow_deploy id=’36791′]

Texto: Gonçalo Nuno Cabral

Fotos: Rúben Martins

Gostaste deste artigo? Partilha-o!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top