António Serzedelo: Um livro fora do armário

Nunca julgues um livro pela capa”, assim diz o ditado. A sabedoria popular poucas vezes se engana. É nos livros com a capa mais puída, mais desgastada pelo uso, que encontramos as histórias mais fantásticas. São nas páginas desses livros, enrugadas e frágeis pelo toque de quem as percorreu, que esbarramos com amores proibidos, aventuras e feitos incríveis de Homens comuns. Há livros que merecem ser admirados e relidos vezes sem conta.
O António Serzedelo é um desses livros. Uma obra repleta de capítulos intermináveis. É necessário um bom índice para não nos perdermos nas 1001 peripécias que a sua longa vida conta.
Leia a reportagem aqui