Redação

Joaquim Furtado, a voz do primeiro comunicado na madrugada do MFA

Joaquim Furtado, a voz do primeiro comunicado na madrugada do MFA

Joaquim Furtado tinha começado a experimentar o gosto pela rádio em 1966, na Rádio Universidade, com uma criação em volta de um poema de António Gedeão que viria logo a ser censurada, por ser considerada crítica relativamente à guerra colonial. Precisamente a guerra colonial viria a ser o tema para uma grande investigação que Joaquim […]

Adelino Gomes: o jornalismo, antes e depois

Adelino Gomes: o jornalismo, antes e depois

Tinha 29 anos no dia 25 de abril de 1974. Adelino Gomes, menos de um mês antes da revolução, já com sete anos de vida como repórter, tinha recebido uma distinção extraordinária : foi chamado ao Coliseu de Lisboa para receber o prémio de reportagem radiofónica pelo trabalho que tinha desenvolvido como jornalista no programa […]

Maria Antónia Palla, pioneira e combativa

Maria Antónia Palla, pioneira e combativa

Tinha 41 anos no dia 25 de abril de 1974. Quando, em 1967, entrou para a redação do “Diário Popular”, tornou-se uma das primeiras mulheres jornalistas em Portugal. Habituou-se a dar a volta aos homens da Comissão de Censura e acha que, naquele tempo, antes da revolução democrática, também “havia quem escrevesse mais para os […]

João Paulo Dinis, a voz da primeira senha do MFA

João Paulo Dinis, a voz da primeira senha do MFA

Tinha 25 anos no dia 25 de abril de 1974. Antes, no serviço militar, tinha animado a rádio das Forças Armadas na Guiné-Bissau, onde esteve com Spínola e Otelo. Os militares do MFA escolheram João Paulo Dinis para, naquela noite da revolução, cinco minutos antes das 11 da noite, aos microfones da Rádio Peninsular, lançar […]

José Nuno Martins, o Sr. Comunicação

José Nuno Martins, o Sr. Comunicação

  Tinha 26 anos no dia 25 de abril de 1974. No Portugal a preto e branco de antes da revolução, José Nuno Martins já reinventava as duas tonalidades do pequeno ecrã e das ondas do éter. Dos eletrizantes tons do PBX às ágeis e dinâmicas imagens do “Zip Zip”, José Nuno Martins foi-se tornando […]

Um 112 para uma refeição de sobrevivência

Um 112 para uma refeição de sobrevivência

No início do ano passado, seriam umas 30 a 40 pessoas. Agora, são mais de 150. Juntam-se todas as noites em volta de uma palmeira numa esquina do parque de estacionamento de automóveis ao lado do ministério das Finanças, no Campo das Cebolas, na baixa de Lisboa. Começam a juntar-se ali a partir das seis […]

Descrever o mundo a partir do detalhe

Descrever o mundo a partir do detalhe

Contracapa. O bloco de notas chegou ao fim. As suas páginas, antes límpidas, imaculadas, estão agora saturadas da tinta da caneta. As folhas perderam o aprumo e tornaram-se um enrodilhado de rabiscos que se atropelam entre linhas no papel. São registos de ideias e observações: pontas soltas de uma história que ainda está por contar. […]

O que a Mídia NINJA faz é jornalismo?

O que a Mídia NINJA faz é jornalismo?

A Mídia NINJA irrompeu e tornou-se um caso na cena mediática brasileira com a explosão do protesto popular e grandes manifestações em muitas cidades do Brasil, após o anúncio de aumento de preço dos transportes públicos. Com telemóveis, computadores e ligação à internet, os ativistas da Mídia NINJA saltaram do chão para a rede e […]

O regresso do Jornalismo

O regresso do Jornalismo

[slideshow_deploy id=’11454′] TEMAS RELACIONADOS À procura das perguntas certas O exclusivo continua a ser a nossa melhor arma Ao encontro de Paul Salopek A história do jornalista total Como fazer “el cambio”? Borja Echevarría: “O jornalista deve conversar com os leitores” Josh Hammer – O Outro Ângulo Descrever o mundo a partir do detalhe O […]

Scroll to Top