Depois da devastação

Criança passa por um autocarro destruído na aldeia de Buzi após a passagem do ciclone Idai na província de Sofala, centro de Moçambique, 28 de março de 2019. EPA/TIAGO PETINGA
Pai e filho chegam de barco à aldeia do Buzi após a passagem do ciclone Idai, na província de Sofala, centro de Moçambique, em 28 de março de 2019. EPA/TIAGO PETINGA
Um jovem carrega um saco de cebolas no porto da aldeia de Buzi após a passagem do ciclone Idai na província de Sofala, centro de Moçambique, a 28 de março de 2019. Os relatórios indicam que cerca de 1,7 milhões de pessoas são afetadas em todo o sul de África. EPA/TIAGO PETINGA
Rapaz transporta arroz depois de chegar num barco à aldeia de Buzi após a passagem do ciclone Idai na província de Sofala, centro de Moçambique, 28 de março de 2019.EPA/TIAGO PETINGA
Uma mulher com o neto ao colo na aldeia de Buzi após a passagem do ciclone Idai na província de Sofala, centro de Moçambique, em 28 de março de 2019. EPA/TIAGO PETINGA
Pessoas reunem-se no porto da aldeia de Buzi após a passagem do ciclone Idai na província de Sofala, centro de Moçambique, 28 de março de 2019. EPA/TIAGO PETINGA
Familia cuida da sua colheita de arroz Pessoas reunidas no porto da aldeia de Buzi após a passagem do ciclone Idai na província de Sofala, centro de Moçambique, 28 de março de 2019. EPA/TIAGO PETINGA
Família na aldeia de Buzi após a passagem do ciclone Idai na província de Sofala, centro de Moçambique, 28 de março de 2019. TIAGO PETINGA/LUSA
Mulher no seu abrigo no local de Vala do Moura, perto da aldeia de Muchenesse, na região do Buzi, após a passagem do ciclone Idai, na província de Sofala, centro de Moçambique, em 27 de março de 2019. EPA/TIAGO PETINGA
Menina carrega um cesto de roupa na aldeia de Buzi, província de Sofala, centro de Moçambique, a 27 de março de 2019. EPA/TIAGO PETINGA

Gostaste deste artigo? Partilha-o!

Scroll to Top