Desconformidade

Homem uma selfie em frente à Torre Eiffel em Paris, França, 22 de janeiro de 2019. Uma onda de neve atingiu o norte da França. Os meteorologistas prevêem tempo nublado e com neve nos próximos dias, sendo que as temperaturas não devem exceder os quatro e cinco graus Celsius. EPA/CHRISTOPHE PETIT TESSON
Revivalistas vestidos como soldados do 2º Exército Húngaro marcham numa floresta durante a 19ª Marcha Comemorativa dos Heróis de Don para homenagear as vítimas da Segunda Guerra Mundial perto de Debrecen, Hungria, a 24 de janeiro de 2019. Cerca de 130 mil soldados do 2º Exército húngaro foram mortos, feridos, capturados e forçados a campos de trabalho pelo Exército Vermelho soviético em 1942-1943. EPA/Zsolt Czegledi HUNGARY OUT
Gotas de água cobrem o capacete de metal de revivalista, vestido de soldado do 2º Exército Húngaro. Vestidos de soldados, os homens marcham numa floresta durante a 19ª Marcha Comemorativa dos Heróis de Don para homenagear as vítimas da Segunda Guerra Mundial perto de Debrecen, Hungria, a 24 de janeiro de 2019. Cerca de 130 mil soldados do 2º Exército húngaro foram mortos, feridos, capturados e forçados a campos de trabalho pelo Exército Vermelho soviético em 1942-1943. EPA/Zsolt Czegledi HUNGARY OUT
Xie Hanchen esmaga a cabeça de um manequim na Sala de Raiva “Smash”, para libertar o stress, em Pequim, China, em 25 de janeiro de 2019. A sala de raiva chamada “Smash”, inaugurada em setembro de 2018, tem como objectivo auxiliar os clientes a libertar o stress, destruindo garrafas, aparelhos antigos, manequins e outros objetos. O serviço custa cerca de 26 euros por meia hora, dependendo dos objetos destruídos. EPA/WU HONG
Durante um dia quente em Adelaide, no Sul da Austrália, adolescentes saltam do cais na praia Glenelg, Austrália, 22 de janeiro de 2019. De acordo com a previsão meteorológica, o clima quente e seco afetará o Sul da Austrália com ventos atingindo 30-40 km / h durante o dia. EPA/KELLY BARNES AUSTRALIA AND NEW ZEALAND OUT
Um macaco sentado com o por do sol no fundo, em Kathmandu, Nepal, 21 de janeiro de 2019. EPA/NARENDRA SHRESTHA
Mulheres indianas realizam rituais durante um banho sagrado, no rio Sangam, a confluência de três dos rios mais sagrados da mitologia hindu, o Ganges, o Yamuna e o Saraswati, durante o festival Kumbh Mela em Allahabad, Uttar Pradesh, Índia, 21 de janeiro de 2019. O festival hindu é um dos maiores da Índia e será realizado de 15 de janeiro a 04 de março de 2019 em Allahabad. EPA/PRABHAT KUMAR VERMA
Pôr do sol sobre a igreja ortodoxa de St John, em Kaneo, perto do lago Ohrid, a antiga República Jugoslava da Macedónia, a 20 de janeiro de 2019. EPA/GEORGI LICOVSKI
Uma freira budista assiste ao último dia do Drubchen Puja no Mosteiro Nagi Gumba, no Parque Nacional Shivapuri, nos arredores de Kathmandu, Nepal, no início de 22 de janeiro de 2019. Centenas de seguidores budistas de todo o país e de fora do Nepal reúnem-se nas instalações do mosteiro para receber a benção de Chokyi Nyima Rinpoche, um professor budista tibetano e mestre de meditação, juntamente com outros Rinpoche. Acreditam que todos os seus pecados, má sorte e doenças serão curados. Anualmente, em meados de janeiro, freiras e monges realizam cultos em massa continuamente durante oito noites e nove dias, em Nagi Gumba, a partir de 14 de janeiro de 2019. Nagi Gumba é um mosteiro no Parque Nacional Shivapuri dirigido exclusivamente por freiras. Durante este culto, as freiras e monges pedem por uma vida longa e pela paz de freiras e monges falecidos, que se acredita transformarem-se em animais na próxima vida.alecidos que se acredita serem pássaros e animais na próxima vida. EPA/NARENDRA SHRESTHA
Freiras budistas assistem ao Drubchen Puja durante o pôr do sol, no Mosteiro Nagi Gumba do Parque Nacional Shivapuri, nos arredores de Kathmandu, Nepal, 21 de janeiro de 2019 (emitido em 22 de janeiro de 2019). Centenas de seguidores budistas de todo o país e de fora do Nepal reúnem-se nas instalações do mosteiro para receber a benção de Chokyi Nyima Rinpoche, um professor budista tibetano e mestre de meditação, juntamente com outros Rinpoche. Acreditam que todos os seus pecados, má sorte e doenças serão curados. Anualmente, em meados de janeiro, freiras e monges realizam cultos em massa continuamente durante oito noites e nove dias, em Nagi Gumba, a partir de 14 de janeiro de 2019. Nagi Gumba é um mosteiro no Parque Nacional Shivapuri dirigido exclusivamente por freiras. Durante este culto, as freiras e monges pedem por uma vida longa e pela paz de freiras e monges falecidos, que se acredita transformarem-se em animais na próxima vida. EPA/NARENDRA SHRESTHA