Entre o fogo e o gelo

Um participante mascarado actua junto a uma fogueira durante a queima tradicional da máscara no segundo dia de celebração do carnaval que marca o Dia Ortodoxo de St. Vasilij na aldeia de Vevcani, a cerca de 170 km da capital de Skopje, Antiga República Jugoslava da Macedónia, a 14 de janeiro de 2019. O Carnaval de Vevcani é um dos festivais de aldeia mais famosos dos Balcãs. Acredita-se que a tradição tenha mais de 1400 anos e se baseie em antigas crenças pagãs. Essencialmente, o carnaval é o ritual de convocar São Basílio, o Grande, que coincide com os Doze Dias do Natal Ortodoxo e do Ano Novo Ortodoxo. A festa é realizada nos dias 13 e 14 de janeiro de cada ano. As pessoas em Vevcanci acreditam que, com as suas máscaras, banem os maus espíritos das suas vidas. Os participantes do carnaval são conhecidos como Vasilicari. Os destaques do carnaval incluem uma sátira política, onde os aldeãos mascarados encenam os eventos atuais. Em 1993, o carnaval e a aldeia de Vevcani tornaram-se oficialmente parte da Federação Mundial das Cidades do Carnaval. EPA/GEORGI LICOVSKI
Um participante salta uma fogueira durante a queima tradicional da máscara no segundo dia de celebração do carnaval que marca o Dia Ortodoxo de St. Vasilij na aldeia de Vevcani, a cerca de 170 km da capital de Skopje, Antiga República Jugoslava da Macedónia, a 14 de janeiro de 2019. O Carnaval de Vevcani é um dos festivais de aldeia mais famosos dos Balcãs. Acredita-se que a tradição tenha mais de 1400 anos e se baseie em antigas crenças pagãs. Essencialmente, o carnaval é o ritual de convocar São Basílio, o Grande, que coincide com os Doze Dias do Natal Ortodoxo e do Ano Novo Ortodoxo. A festa é realizada nos dias 13 e 14 de janeiro de cada ano. As pessoas em Vevcanci acreditam que, com as suas máscaras, banem os maus espíritos das suas vidas. Os participantes do carnaval são conhecidos como Vasilicari. Os destaques do carnaval incluem uma sátira política, onde os aldeãos mascarados encenam os eventos atuais. Em 1993, o carnaval e a aldeia de Vevcani tornaram-se oficialmente parte da Federação Mundial das Cidades do Carnaval. EPA/GEORGI LICOVSKI
Celia Petrig, da Suíça, em ação durante a ronda final da competição feminina de slopestyle, no Open de Laax, durante o Campeonato do Mundo de Snowboard da FIS em Laax, Suíça, 19 de janeiro de 2019. EPA/GIAN EHRENZELLER
Bombeiros de Lisboa manifestam-se em frente ao Ministério do Trabalho e da Segurança Social, Lisboa, Portugal, 14 de janeiro de 2019. Os bombeiros protestam contra as propostas de lei do governo relativas às suas carreiras e condições para a reforma. EPA/MIGUEL A. LOPES
Freiras franciscanas enfrentam ventos de poeira no local do baptismo de Qasr al-Yahud, durante a procissão da Festa do Baptismo do Senhor por peregrinos franciscanos no rio Jordão, Cisjordânia perto de Jericó, a 13 de janeiro de 2019. EPA/ABIR SULTAN
Vista geral do Cairo velho (primeiro plano) e da baixa do Cairo (fundo) do parque de Al Azhar, Cairo, Egito, 17 janeiro 2019. O parque Al-Azhar é um parque público nos arredores do antigo bairro do Cairo e é uma atração popular para famílias e jovens. EPA/MOHAMED HOSSAM
Uma mulher arruma incensos para secar dentro do pátio de um templo, na vila de Quang Phu Cau, distrito de Ung Hoa, nos arredores de Hanoi, Vietname, a 17 de janeiro de 2019. A vila, que se acredita ter iniciado a indústria de incenso há mais de 100 anos, está ocupada a preparar o próximo Ano Novo Lunar. As pessoas têm que dividir o bambu em tiras finas, secá-las, colocar nas máquinas para criar paus de incenso e tingir as varetas de vermelho. O incenso na aldeia de Quang Phu Cau tem sido exportado para vários países como a China, a Índia e a Malásia. EPA/LUONG THAI LINH
Soldados israelitas da unidade do exército terriorial chamados “alpinistas”, durante uma tempestade de neve, no Mount Hermon Resort, na intercepção da fronteira entre Israel e o Líbano, no norte das Colinas de Golan, a 17 de janeiro de 2019. EPA/ATEF SAFADI
Uma mulher, vestida com traje histórico do século XIX, bebe chá de um samovar (recipiente de metal aquecido) durante uma reconstrução do baile de máscaras de Natal em Moscovo, Rússia, 12 de janeiro de 2019. A tradição do baile de máscaras de Natal começou com Pedro, o Grande. O evento é organizado pela sociedade histórica ’19th Production’. EPA/YURI KOCHETKOV
Uma mulher tribal indiana prepara iguarias tradicionais fumadas por ocasião do festival anual Joon Beel, em Morigaon, no distrito de Assam, Índia, a 18 de janeiro de 2019. As tribos Tiwa e Khasi descem as colinas em grande número para participar no festival tradicional onde mercadorias são trocadas em vez de compradas. A pesca comunitária tradicional é, também, organizada entre os moradores durante este festival. EPA/STR