Prémios Nobel 2019

Os Prémios Nobel são atribuídos anualmente a 10 de dezembro, data do aniversário da morte do seu mentor, Alfred Nobel. Os prémios destinam-se a quem, de alguma forma, trabalha para alcançar um mundo melhor – seja através de pesquisas, invenções ou contributos para a sociedade. Os vencedores são, assim, personalidades que, durante um ano, se distinguiram em áreas como a paz, a química e a física, a medicina, a literatura e a economia. Os galardões foram criados em 1901, depois de Alfred Nobel destinar, no seu testamento, cerca de 203 milhões de euros a um fundo que deve ser distribuído anualmente por quem presta os maiores serviços à humanidade. Desde o ano da sua criação até 2019, foram premiadas cerca de 950 pessoas e instituições.

Nobel da Química 2019

John B. Goodenough, M. Stanley Whittingham e Akira Yoshino receberam o Nobel da Química em 2019. Os três químicos desenvolveram pesquisas relacionadas com as baterias de iões de lítio. As baterias são utilizadas em aparelhos eletrónicos e têm como principal benefício a sua longa duração. São consideradas a promessa de um mundo energeticamente mais verde.

Nobel da Física 2019 

O prémio Nobel da Física em 2019 foi atribuído a James Peebles, Michel Mayor e Didier Queloz. O primeiro foi responsável pela descoberta de uma radiação relacionada com o Big Bang. Michel Mayor e Didier Queloz descobriram o primeiro planeta fora do sistema solar. Os três físicos contribuíram para a compreensão da estrutura e da história do universo.

Nobel da Medicina 2019

Os vencedores do prémio Nobel da Medicina em 2019 foram os cientistas William Kaelin, Gregg Semenza e Peter Ratcliffe. Os galardoados distinguiram-se pelas suas descobertas relativas à forma como as células se adaptam às diferenças de oxigénio. Trata-se de um contributo importante para o avanço no tratamento do cancro e de doenças cardiovasculares.

Nobel da Literatura 2019

Depois de um ano sem atribuição deste prémio na área da literatura, em 2019 o maior galardão na área foi entregue a dois autores em simultâneo. A escritora polaca, Olga Tokarczuk , foi distinguida pela sua “imaginação narrativa que, com paixão enciclopédica, representa o atravessar de fronteiras enquanto forma de vida”. O escritor e dramaturgo austríaco Peter Handke também foi premiado. O escritor desenvolveu um trabalho influente que, com engenhosidade linguística, explorou a periferia e a especificidade da experiência humana.

Nobel da Paz 2019 

O prémio Nobel da Paz de 2019 foi entregue a Abiy Ahmed Ali. O acordo de paz assinado pelo primeiro-ministro da Etiópia em 2018 terminou com quase 20 anos de tensão entre a

Ilustração: Beatriz Casa Branca

Gostaste deste artigo? Partilha-o!

Scroll to Top